SISTEMA DE ALQUIMIA JOEL ALEIXO

SISTEMA DE ALQUIMIA JOEL ALEIXO

SISTEMA DE ALQUIMIA
JOEL ALEIXO

O Sistema Joel Aleixo é um método de tratamento natural que visa a saúde integral, ou seja, a saúde do corpo, da mente e do espírito. Para tanto, utiliza os preceitos da Alquimia em todo o processo de criação dos florais, desde o plantio até o trabalho em laboratório. O momento certo de plantar e colher, o plantio em forma de mandalas e as flores colhidas de acordo com a lunação.

Dessa maneira, são produzidos compostos alquímicos extremamente poderosos no combate aos diversos tipos de sintomas causados pelo desequilíbrio entre corpo, mente e espírito.

As primeiras essências vibracionais de Joel Aleixo foram criadas inicialmente a partir do estudo das auras das flores.
Cada planta possui uma vibração energética diferente e as cores predominantes em sua aura se relacionam com os chakras de cor correspondente no corpo humano.

Posteriormente, o conhecimento da antiga Alquimia e a eficiência de suas técnicas acabou tornando essa ciência o centro do Sistema Floral criado por Joel.

Plantio

O canteiro em formato de mandala: uma palavra de origem sânscrita que significa círculo e, universalmente, simboliza a harmonia e a integração. “O remédio nasce no momento em que se planta” Paracelsus - A AlkhemyLab possui um sítio de 100 mil metros quadrados em Cotia, onde são plantadas as mudas em formato de mandalas. Ao todo, são 12 mandalas para o cultivo de 99 espécies de plantas de várias partes do mundo, em harmonia com o solo e o clima brasileiros. Uma das razões deste modelo de mandala é reproduzir o desenho da natureza. O crescimento das plantas é acompanhado gradualmente, respeitando-se o eixo dos quatro elementos, a terra, a água, o ar e a luz. E finalmente, a colheita é feita na lunação.

Higienização

Após a colheita, as plantas são lavadas em tanques de água pura. O sistema segue um protocolo documentado com todas as etapas necessárias para garantir 100% de higienização. Livre das impurezas, as plantas vão para o galpão onde serão embebidas em álcool de cereais, acondicionadas em galões e barris de carvalho para um repouso de 28 dias, ou seja, um ciclo lunar completo. Finalizado este processo, as plantas caminham para destinos diferentes. As que serão utilizadas na produção dos compostos alquímicos em spray, saem do sítio e vão diretamente para o laboratório, também em Cotia. As que servirão à feitura dos florais sutis, são encaminhadas à Capela, localizada no próprio sítio.

Capela

O sítio possui uma “Capela” para armazenar as flores que posteriormente serão utilizadas na produção dos florais sutis. A construção, de orientação alquímica, recebeu um formato arredondado e arquitetura solar. A porta de entrada localiza-se no sentido leste, onde o Sol nasce, e a porta de saída ao oeste, onde o Sol se põe. Internamente, o espaço foi criado de maneira a contemplar 12 áreas distintas, cada uma correspondente a uma casa astrológica, e com vários tubos de cobre ao seu redor. O intuito é permitir que as flores, ao serem depositadas nos tubos de cobre, possam receber a influência positiva do signo da pessoa que irá ingerir o floral sutil.

“Temos orgulho de estar à frente de um movimento humanitário que levará cura e consciência a um número cada vez maior de pessoas em todo o mundo. Chegou a hora de a Alquimia ser reconhecida como ciência milenar, mãe de todas as ciências, a arte de curar todos os males. Nos sentimos privilegiados e abençoados de sermos pioneiros nesse movimento de resgate e disseminação da Alquimia no mundo contemporâneo.”

Jackie YUE
CEO da AlkhemyLab e Alquimista Terapeuta