sejamos-luz-alkhemylab-blog
sejamos-luz-alkhemylab-blog

“Quando compreendermos que não somos tão pequenos quanto imaginamos, nunca mais teremos medo do amanhã.

Assim como o Pai nos fez a sua imagem e semelhança, podemos criar nosso próprio mundo ao nosso redor. E este mundo manifestará sempre aquilo que pensamos e vibramos a partir de nós.

Tolos aqueles que pensam no castigo divino. Este sentimento nada mais é do que a expressão da sua autopunição.

Tolos aqueles que culpam os outro, pois isso expressa apenas o medo de descobrir as próprias sombras.

Quando o Pai nos deu o paraíso, também nos entregou o dom do livre arbítrio e, a partir daquele instante, deixamos de ser criaturas e passamos a responder como criadores do nosso universo interior.

Todos aqueles que colocam nas mãos do Criador a responsabilidade pelas cobranças espirituais. São fracos diante do Senhor.

Olhemos as estrelas no firmamento. Elas representam a luz do nosso espírito e a grandeza do nosso Eu superior.

Sejamos, pois, como essas luzes que brilham no infinito, ressaltando-se da escuridão ao seu redor e servindo de guias aos irmãos que navegam pelos mares da vida em busca de respostas que acrescentem verdade e alegria a sua vida.

Sejamos como as flores que possuem a compreensão interna de nascer, servir e dar exemplos de beleza e doação no terrenos em que se manifestam.

Olhemos para nós e nos valorizemos como a mais bela criação, que se tornou capaz de criar um futuro consciente para si mesmo e para todos aqueles que estão ao seu redor.”

Por Joel Aleixo em 01 de janeiro de 2000 e dedicada a todos os nossos amigos e terapeutas.